Enjoy life #jantar no The Yeatman

sexta-feira, agosto 22, 2014
E pronto. Como continuo doente não tenho tido força de vontade para vir até aqui. Na verdade estou  tomar tantos anti-histaminicos que às 22h estou quase a aterrar. E o pior é que continuo entupida, sem cheiro, sem paladar....grrrrrr.
Já lá vão 4 dias assim. Apetece-me tanto comer coisas boas. Mas como eu digo sempre se é para engordar, engordo com qualidade, logo não vou comer chocolate quando o chocolate não me sabe a nada!
Quero ficar boa!!!!!!!!!!!!!!!! Nem que seja só voltar a ter cheiro e paladar! Please!
Até porque o meu namorado já não me aguenta mais ouvir dizer que posso ficar assim para sempre e que há pessoa com estas doenças (cenas que li no google).  Enfim.
Por aqui só me gozam. Dizem que apanhei o resfriado a jantar no terraço.
Bem, se a conta a pagar pelo jantar maravilhoso que tive no The Yetaman é um resfriado, pois então que venham dai mais 3 ou 4, mas sem que efectivamente tenha que usar o meu cartão para pagar a conta final!!!!

Pois que este ano o menino não levou nenhum presente. Foi tudo comida. Começou pelo pequeno-almoço e acabou no jantar. Foi estranho não lhe dar um presente físico, até porque por norma oferecemos sempre um presente e depois um jantar mais especial. Este ano e porque andávamos há algum tempo a querer muito experimentar um restaurante que tivesse uma estrela michelin, decidi arriscar tudo e reservar no The Yeatman.
Ainda pesquisei preços mas já sabia que uma vez lá, não havia volta a dar. Iamos ter tudo a que tínhamos direito. Por isso não houve grande margem para presentes.
Claro que eu também já sei que foi o melhor presente de sempre e que o N. prefere mil vezes uma noite assim a uma camisa ou a umas sapatilhas.
Posso dizer-vos que foi uma noite inesquecível. Um jantar que demorou 4 horas. Onde experimentamos 15 pratos. E tivemos a oportunidade de jantar no terraço do restaurante porque estava uma noite espectacular.
Vou só deixar-vos algumas fotografias do menu de degustação do Verão.
Obviamente que usamos a minha polaroid. Momentos únicos merecem sempre fotografias únicas.







Sem comentários:

Enviar um comentário