Prova de amor

quarta-feira, julho 23, 2014
Aqui há dias estava a discutir com a minha mais-que-tudo a forma como ela costuma surripiar a parte central da melancia. Tipo a melhor parte, sem as irritantes sementes. Eu lá vou reclamando, mas a verdade é que a acabo sempre por fechar os olhos. E porquê? Porque normalmente as mulheres não percebem que isto é mais uma forma de dizer gosto de ti :)

Mais importante do que isso, atentem que isto é uma verdadeira prova de amor, toda a gente gosta de comer torradas no café, ou pelo menos algures durante a sua vida comeu uma torrada no café (de pão de forma). Não sei se em todo o Portugal elas têm o mesmo formato, mas pelo menos por aqui normalmente são partidas em 3 partes, sendo que a do meio fica sem côdea.

É científico que 99,9% das pessoas come inicialmente as laterais e guarda o pedaço do meio. Aquele pedaço cheio de manteiga e sem côdea (de repente, apetece-me comer um torrada). Sabem o que acontece quando divido uma torrada com ela? Digo: "Fica com a do meio." Se isto não é amor suficiente para merecer uma estátua, não sei o que será...


7 comentários:

  1. No café da minha mãe tínhamos uma faca bastante afiada que dava para tirar as côdeas à torrada sem perder miolo antes de a por na torradeia e cada torrada ficava com 3 partes dos meio. Fiz assim algumas para o Ruben :p
    Mas fogo, o que fizeste é uma prova de amor da maiores que se pode fazer. :p
    Não sei se num café qualquer eu podia ficar com os dois pedaços do meio. :)

    ResponderEliminar
  2. Com um gesto desses tornas-te no único possível Deus a ser venerado pela pessoa a quem concedes tal oferenda ;)
    Epá, ficou mesmo a apetecer-me uma torradinha!

    ResponderEliminar
  3. Ai a parte do meio. É a minha perdição e peço-a sempre! :)

    ResponderEliminar